Defesa Civil do Estado inicia projeto de aperfeiçoamento de protocolos de alerta em parceria com os municípios

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa
 

Niterói e Nova Iguaçu serão cidades pilotos da iniciativa que abrange as áreas geológica, meteorológica e hidrológica

 

A Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ), por meio do Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ), iniciou, no dia 30 de abril, um projeto com o objetivo de aprimorar o trabalho de monitoramento, alerta e alarme nas regiões do território fluminense. Niterói e Nova Iguaçu serão os municípios pilotos da iniciativa.

De acordo com a diretora do Cemaden-RJ, tenente-coronel Sílvia Santana, a escolha das primeiras cidades na participação do projeto se deu por aceitação da proposta de cooperação técnica por parte dos órgãos de Defesa Civil das mesmas.

– Os dados de ocorrências dos municípios são fundamentais para o aprimoramento dos protocolos, de maneira que todo o Estado possa receber informações com cada vez mais exatidão – informou a oficial.

Durante as reuniões junto aos municípios, a equipe técnica da Sedec-RJ/Cemaden-RJ esclareceu as diretrizes da iniciativa. Na área de geologia ficaram estabelecidos os limiares da correlação chuva escorregamento. Para a meteorologia e a hidrologia foram alinhados métodos de trabalho e a possibilidade de compartilhamento de dados hidrometeorológicos.

Representando a Sedec-RJ/Cemaden-RJ, além da tenente-coronel Sílvia, participaram dos encontros as hidrólogas Fernanda Vissirini e Monique Marins, os geólogos Aline Pimentel e Tiago Ferreli e as meteorologistas Camila Magalhães e Natasha Carvalho.

 

 

 

© 2018 Defesa Civil - Rio de Janeiro. ASSINFO